26

julho

Sem-título-2-[Recuperado]

QUAL A FORMA CORRETA DE GUARDAR SUA ESCOVA DE DENTES?

Ela é nossa principal aliada no combate aos principais problemas bucais. Temos o
cuidado de escolher bem uma escova, pedir a recomendação de um dentista, cuidar
com a força colocada no momento da escovação para não causar abrasão nos dentes,
trocá-la sempre que as cerdas começam a ficar molengas ou abertas demais…..mas o
armazenamento e os cuidados com a escova pós escovação são também muito
importantes para que ela não seja um reservatório de bactérias. Algumas dicas
simples e importantes para manter sua escova como sua aliada sempre:

NÃO DEIXE SUA ESCOVA SOBRE A PIA DO
BANHEIRO, MAS SIM EM LOCAL FECHADO E
NÃO ABAFADO.

O banheiro é um local altamente contaminado e objetos expostos ficam sujeitos à
contaminação, especialmente por coliformes fecais. O ideal então é manter a escova
pelo menos 1 metro distante do vaso sanitário e abaixar a tampa sempre que acionar
a descarga ou quando vaso não estiver em uso. Para ter maior segurança, um armário
fechado e não abafado é o local ideal, e que permita que a escova fique em pé. A
posição horizontal, além de aumentar as chances de contaminação, faz com que a
escova fique úmida por mais tempo e as bactérias e fungos adoram a umidade e se
desenvolvem ainda mais! Caso o espaço para guardar escovas em armário seja um
problema, pode-se usar capinhas protetoras na cabeça da escova, desde que sejam
perfuradas para permitir ventilação.

RETIRE O EXCESSO DE UMIDADE ANTES DE
GUARDAR A ESCOVA.

Muitas bactérias permanecem vivas nas cerdas da escova por até 24 horas. Por isso, é
importante eliminar o excesso de água após o uso, mas nunca utilizando toalhas para
secá-la. O ideal é dar algumas batidas com a escova na borda da pia e então borrifar ou
mergulhar a cabeça da escova num antisséptico bucal (o mesmo que você usa para o
bochecho) antes de guardá-la e lave-a em água corrente antes do próximo uso.

NÃO DEIXE ESCOVAS “NAMORANDO”.

Sabe aquele dito popular que quando as pessoas se casam, significam que elas
vão juntar as escovas de dentes? É bom não levar isso a tão a sério, pois o
contato entre diferentes escovas cria uma ponte de bactérias de uma para outra.
Mantenha-as em pé e de preferência num suporte com capacidade para várias
escovas e com espaço entre elas. Também é importante não compartilhar essa
ferramenta com ninguém. Não adianta ignorar, escovas dentais são de uso
pessoal e intransferível. Nunca use a escova de outra pessoa, isso vale também para crianças que, muitas vezes, acabam trocando as escovas com os
amiguinhos.
Texto produzido por Dra. Ana Paula Menoli
 Especialista e Mestre em odontopediatria, Especialista em saúde coletiva,
Habilitada em sedação inalatória com óxido nitroso, Professora do curso de
Graduação em Odontologia da Unipar (Cascavel/PR.), Membro da Equipe
Vitalità Odontologia.

-->