13

novembro

1

CLAREAMENTO DENTAL: CASEIRO X CONSULTÓRIO

Fatores externos ou internos podem fazer com que os dentes escureçam. Entre os externos está o consumo contínuo de alimentos ricos em corantes, como chás, cafés, molhos, entre outros, que poderão alterar a cor ao longo do tempo. Já os fatores internos podem estar relacionados à sua fisiologia, como alterações da estrutura dos dentes após tratamento de canal e o uso de alguns medicamentos ou substâncias que afetam sua formação.

O Clareamento dental funciona com os peróxidos de hidrogênio e carbamida penetrando no dente e reagindo com os pigmentos responsáveis pelo escurecimento.

 

O clareamento causa sensibilidade?

Depende de cada paciente e quando ocorre pode ser contida com produtos específicos dessensibilizantes.  Na Vitalità contamos com um protocolo de dessensibilização bem completo e específico para cada paciente. Então,antes de iniciarmos o clareamento, principalmente o de consultório que tem uma concentração mais alta e consequentemente causa maior sensibilidade, utilizamos o protocolo com vários produtos que promovem a dessensibilização tornando o procedimento mais confortável ao paciente.

 

Quais são os clareamentos disponíveis:

  • Caseiro: realiza-se o clareamento em casa, após ser realizada uma moldagem e o paciente obter as moldeiras.  Em média de 3 semanas, com o uso diário das moldeiras com o gel durante 30 minutos a 3 horas, dependendo da concentração do gel.
  • Consultório: o clareamento é realizado no consultório em até 3 sessões, uma por semana, de aproximadamente 40 minutos a 1 hora cada sessão.
  • Combinado: associa-se o clareamento de consultório ao caseiro, a primeira sessão é realizada no consultório e então continua o clareamento em casa por até duas semanas.

 

Qual o clareamento mais indicado para cada caso?

O dentista responsável irá avaliar cada paciente e assim orientar qual o clareamento mais indicado, porém o caseiro é na maioria das vezes a nossa primeira escolha, pois tem uma concentração mais baixa em relação ao de consultório o que resulta automaticamente em uma sensibilidade menor, mas isso não é regra para todos os casos.

Já para pacientes com retrações gengivais o mais indicado, se estas não forem restauradas, é o clareamento de consultório, pois conseguimos controlar o gel e proteger a gengiva do nosso paciente.

Por fim, o clareamento combinado é indicado em casos onde o paciente precisa de um resultado mais rápido para um evento, por exemplo, um casamento ou uma festa. Realiza-se, neste método, uma sessão de “dose de ataque” no consultório e na sequência continuamos com o caseiro.

Pode ocorrer variação também de acordo com o perfil de cada paciente. Há pessoas que não têm tempo e nem disposição para fazer o caseiro. Nesse sentido, há quem prefira a sessão de 1 hora de clareamento no próprio consultório com retorno após 7 dias.

Lembrando que antes de iniciar o tratamento, é necessário fazer uma avaliação com o dentista, para este avaliar e indicar qual a melhor técnica para cada caso.

 

Texto produzido por Dra. Fernanda Eloá Vian

CRO/PR 26.778

Clínico geral e habilitada em sedação inalatória consciente com óxido nitroso

Curso de resina em dentes anteriores e posteriores com Felipe Vila Verde e Wagner Baseggio

Aperfeiçoamento endodontia – UNIOESTE

Aperfeiçoamento dentística – ABO

Cursando aperfeiçoamento em periodontia com ênfase em cirurgias estéticas- Spassodonto

Membro da Equipe Vitalità Odontologia.

-->