24

maio

_REDES_SOCIAISVITALITA-33-Post-SITE

Carga imediata. Dá mesmo para colocar um dente e implante no mesmo dia?

O sonho de repor dentes perdidos por dentes fixos deixa muitas pessoas perdidas quanto à melhor técnica. A carga imediata, que é colocar o dente no mesmo dia da colocação do implante seria mesmo uma técnica que funciona?

É UMA TÉCNICA QUE FUNCIONA! A carga imediata tem grande comprovação científica e consiste na colocação do dente para função estética e mastigatória em menos de 72 horas. De preferência, dentro do possível, no mesmo dia.

EM QUE SE BASEIA A CARGA IMEDIATA? Compreende-se que o dente parafusado ao osso, tolera um determinado nível de micromovimento. Se for bem pouquinho mesmo, terá até uma vantagem sobre outras técnicas, porque o osso pode ficar mais forte pelo esforço que o dente transmite. Se o esforço for muito grande, o efeito é contrário e ao invés do corpo conseguir construir osso, ele acaba não conseguindo e crescem fibras ao redor do implante. Por isso, é importante que o profissional escolha bem qual caso vai dar ser para carga imediata de implantes.

QUE SITUAÇÕES NÃO PODEM RECEBER ESSA TÉCNICA. Sempre que o osso for muito pouco ou muito fino. Ou quando a pessoa tem um osso muito mole e poroso, o implante não consegue ficar fixo de forma adequada. Ou quando o implante é colocado no mesmo dia que se extrai, nem sempre será possível.

QUAL SERIA OUTRA OPÇÃO SE NÃO DER PARA COLOCAR IMPLANTES EM CARGA IMEDIATA? Seria a técnica convencional em duas etapas: primeiro coloca-se o implante, aguardam-se alguns meses (4 a 6 meses) para depois começar a montagem do dente. É uma técnica igualmente previsível e comprovada cientificamente.

IMPLANTES QUE SUBSTITUEM DENTADURAS INFERIORES SEMPRE SÃO EM CARGA IMEDIATA. Porque os ossos da mandíbula são muito duros para todas as pessoas. Os implantes conseguem ficar bem firmes, além da barra metálica que os une. É a melhor indicação para a carga imediata.

 

Fonte: http://cristinamiura.com.br/a-carga-imediata-funciona/

-->